Quando a Noite Cai

Autor: Carina Rissi
Editora: Verus
Ano: 2017
Páginas: 476
Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos... e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar...

Briana mora com a mãe e a irmã mais nova na pensão que herdaram da avó. Por ser a filha mais velha, e com a morte do pai a anos atrás, Bri precisou abandonar seus sonhos para ajudar sua família. Então desde então vem pulando de emprego em emprego, tudo para colocar a comida na mesa e na esperança de encontrar uma carreira onde se desse bem.

De preferência uma carreira que não trouxesse a tona o seu lado desastrado, que por sinal é bem forte. Em um dos muitos empregos, Bri foi limpar uma televisão, e simplesmente derrubou ela, a destruindo. E isso é só um exemplo de muitos que acontecem no decorrer do livro.

Além da vida corrida e não conseguir ficar mais de 5 dias em um emprego, Briana tem um segredo. Há cinco anos ela sonha todas as noites, com uma terra medieval cheia de disputas e intrigas protagonizadas por Locan, um lindo guerreiro irlandês de olhos âmbar.

No entanto, sua vida dá uma reviravolta, quando ao sair de mais uma entrevista de emprego, ou tentativa, Bri dá de cara com o protagonista dos seus sonhos em carne o osso. Na verdade o homem com quem Bri esbarra é Gael, um empresário de sucesso que vive viajando pelo mundo.

Mas a semelhança entre eles é impressionante, principalmente quando o assunto é os sentimentos que os dois, um real e outro imaginário, despertam no coração da Bri. E então surge a pergunta, o que os dois têm em comum? E para descobrir isso, Bri terá que viver em meio à fantasia e a realidade e assim descobrir os verdadeiros anseios de seu coração.

A narração do livro intercala entre passado e presente. Acabando nos presenteando com duas histórias em uma. Com a narração dos sonhos que se passam no século XVI, o livro acaba recebendo um toque de romance histórico que tanto tem me conquistado, com um lindo e forte casal, Ciara e Lorcan, que foi constantemente testado pelo destino.

Em contrapartida, o presente é tão cativante quanto. Bri é normal, na verdade me identifiquei em alguns pontos com ela, tropeça, erra, sonha acordada, recomeça e faz tudo o que pode por quem ama. Ela nos conquista com a sua personalidade forte e divertida, em suas situações corriqueiras e desastrosas.

Na verdade acho que esse é um dos pontos que mais gostei no livro, além o romance de época, a diversão, sem desmerecer a protagonista, que é forte, focada e ainda assim real, de forma que muitas pessoas acabam se identificando com ela.

E o romance? Gael apareceu na vida de Bri para resolver algumas questões pendentes, mas por incrível por pareça, é Bri quem acaba sendo bem ativa na história, e no fim é ela quem acaba transformando a vida de Gael. O amor dos dois surge no dia a dia deles, do respeito pelo passado de cada, pelo menos até o amor ser assumido e as barreiras que foram impostas desmoronarem.

Gael é muito charmoso e misterioso, e depois de uma grande perda, ele se fechou par ao mundo, mas com a chegada de Briana, ele começa a se abrir novamente. Foi emocionante ler sobre o surgimento do amor deles desde a primeira página, dando vontade de querer entrar nas páginas dos livros e viver esse amor junto com eles.

Eu sinceramente não sei por que demorei tanto para ler esse livro, e mais uma vez me arrependo pelo demora em ler mais um livro da Carina.

assinatura-viviane

Nenhum comentário:

Postar um comentário