Leio, Logo Comento: Irresistivelmente Fatal


Olá Devoradores!
Preparados para mais uma resenha?
A de hoje e do book tour que estou participando do Selo Brasileiro, já resenhei o livro Jogos Criminais 2 e agora chegou a vez de resenhar Irresistivelmente Fatal. Então bora ler.

Autor: Marcio Scheibler
Editora: Editora Zum
Ano: 2010
Páginas: 168
Uma festa. Uma linda mulher. Sexo. E por fim, sangue. O jovem Leandro Biavatti pertencia a uma família rica e sempre estava acompanhado de belas mulheres. Evitava envolvimento sério com qualquer uma delas, pois sempre achava que estavam com ele apenas por interesse financeiro. Mas uma noite de êxtase na vida dele torna-se macabra, pois sua vida terminaria ali, em sua própria cama. Um crime misterioso, depravado e assustador. Seu melhor amigo, Rodrigo, aciona seu tio detetive, Otávio Medeiros, para tentar resolver esse caso enigmático. Ao longo da trama, acontecimentos e informações incríveis surgem e uma história fantástica vem à tona. Aliando erotismo e mistério, IRRESISTIVELMENTE FATAL relata sentimentos e atitudes muito presentes em nosso cotidiano, de um ponto de vista trágico e racional.
 
Bom o livro fala de um caso de assassinato, envolvendo um jovem rico.
Eu adorei o livro, ele me prendeu. Os diálogos são simples, a leitura flui sem dificuldade. Só achei um probleminha na edição, as páginas 149 e 150 foram impressas duas vezes.
Vou tentar fazer a resenha sem revelar spoilers, o que vai ser um pouco difícil, pois muitos detalhes são importantes na história.
O livro já começa com um dialogo da vitima e a assassina, isso mesmo, nessa história é a mulher quem é perigosa, muito legal. Geralmente é um homem, mas nesse livro deram o “poder” para a mulher.
- Olá, tudo bem?
- Oi.
[...]
- Qual o seu nome?
- Prefiro não me identificar.
A vítima, Leandro, é encontrada morta sobre a própria cama, pelo o seu melhor amigo Rodrigo. A grande “sorte” de Rodrigo, é que seu tio já foi um grande detetive, e a pedido do sobrinho, resolve deixar a aposentadoria de lado e assume o caso.
- Meu Deus! Eu só posso estar sonhando! – dizia Rodrigo enquanto batia no próprio rosto. Eu quero acordar! Eu quero acordar!
[...]
- É o meu melhor amigo que morreu. Peço que investigue esse caso pra mim como nos seus velhos tempos de detetive – continuou.
[...]
- Está bem. Abrirei essa exceção, mas apenas por que você está pedindo e o caso é bem intrigante.
Durante as investigações, Rodrigo acaba descobrindo, que não sabia tudo sobre Leandro, que o amigo escondia muitas coisas dele, como estar apaixonado. Rodrigo sempre acompanha o tio, e é quando os dois começam a chegar bem perto de descobrir é que as coisas esquentam.
- A policia já está agindo. Temos que tomar cuidado.
- Eu sei. Vi dois homens suspeitos entrando em uma casa aqui perto. Um jovem e um quarentão. Estavam em um carro particular.
- Devem ser os mesmos que vi entrando na delegacia. Devem ser policiais disfarçados.
- Tenho que desligar. À noite nos encontramos.
Você não sabem de quem desconfiar ou acreditar. Até que tudo foi revelado, mas o autor, sobre guardar uma surpresinha no final. Amei.
Esse é um livro que recomendo, ainda mais por ser um pequeninho, literalmente kkkkk.
Espero que tenham gostado e até a próxima resenha.

3 comentários:

  1. Fiquei com vontade de ler o livro. Em geral, eu prefiro romance a mistério. Mas, pela resenha, parece ser interessante, bom para passar o tempo, e como é pequeno...

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pela resenha do meu livro =D

    ResponderExcluir