Dill Ferreira



Olá Devoradores!

Hoje o blog está estreando uma nova coluna, Entrevistando um Autor(a), ainda não foi decidido se será mensal ou quinzenal, mas se você acompanha o blog, isso não será um problema né.

E para dar inicio nada melhor que fazer com uma de nossas parceiras Dill Ferreira, autora do livro Casamento Por Aparências, um dos livros de romance/nacional que amei ler.

Essa primeira fase da coluna é mais para conhecer os escritores, mas em algum momento vamos realizar entrevistas mais voltadas às obras então aguardem e fiquem ligados.
Agora vamos parar de enrolação e vamos para a entrevista né ^^.


Devoradores de Histórias: Conte um pouco sobre a sua história, sua carreira...
Dill Ferreira: Desde a minha adolescência que gostava muito de ler e com isso criava diversas histórias em minha imaginação. Após a maternidade me tornei dona de casa por cerca de um ano e meio e devido ao grande tempo livre, resolvi começar a colocar no papel minhas criações. Daí surgiu à vontade de publicar meus Romances. Alguns anos depois com 05 manuscritos resolvi investir e na publicação após participar de alguns concursos e ficar bem colocada. Nasceu então minha primeira obra impressa Casamento por Aparências.

DH: Quais foram às fontes inspiratórias para que você iniciasse a carreira como escritor(a)?
DF: Costumo dizer que a grande escritora de romance Barbara Cartland, deixou centenas de livros para nós leitores, foi minha mestra maior, vindo em seguida Diana Palmer, Nora Roberts, Paulo Coelho com sua brilhante escrita.

DH: Como é o seu processo de criação de uma história?
DF: Vejo um tema aparentemente interessante e que possa ser vivido por duas pessoas e começo a traçar ele, imaginando cenários, os rostos das pessoas, suas falas e começo a colocar no papel após ter esse pré-conceitos.

DH: Há planos para lançar os livros fora do Brasil?
DF: Sim tenho planos. Ainda preciso aguardar meu amadurecimento como escritora, e trabalhar no meu país primeiro, mas tenho muito desejo de enviar uma obra minha á Harlequin Enterprises líder mundial de romances de Banca.

DH: Quando e como você teve a ideia de escrever um livro?
DF: Quando a minha imaginação começou a incomodar-me. Parecia pedir-me para colocar em papel todas as histórias que eu criava na mente, ao ler os romances que tanto gostava de ler.  Como muitas adolescentes eu me via nas histórias que lia e a partir dali criava outras e outras. Escrevi aos poucos até que formei meu primeiro romance e gostei dele.

DH: Os personagens costumam ser baseados em pessoas que você conhece?
DF: Não. As histórias que fiz nos meus 05 manuscritos podem ser vividas por muitas pessoas mundo a fora. Gosto de escrever sobre assuntos da vida real com pitadas de ficção, mas não costumo ter pessoas como base, apenas os acontecimentos.

DH: Você sempre conta histórias para o seu filho e/ou outras crianças?
DF: Contava historinhas tradicionais como Branca de Neve e os Sete Anões, A bela e a fera, dentre outros. Quando meu filho era pequeno. Hoje quando conto, são sobre minhas criações e estas são para o publico adulto. Quando meu filho crescer um pouco mais, lhe presentearei com uma obra minha. Ele tem só 10 anos não entenderia a complexidade das relações entre homem e mulher. (risos).

DH: De onde surgem suas ideias?
DF: Como eu disse anteriormente elas surgem de fatos reais, vividos por casais, amigos, colegas de trabalho. Histórias que ouço e as torno mais graciosas e românticas do que seriam apenas na realidade.

DH: Qual foi seu livro preferido, quando era criança?
DF: O pequeno Príncipe, acredito.

DH: Como você tem divulgado o livro?
DF: Através do Facebook que é meu maior canal hoje, onde tenho a página da autora, Skoob e através da venda na editora.

DH: Como é que surgiu o título?
DF: Quando pensei na história me vieram alguns nomes, mas quando rascunhei e os coloquei próximos. Não havia dúvidas de que CASAMENTO POR APARÊNCIAS Seria o mais ideal, pois combinava perfeitamente com o enredo. Além de que chamaria mais a atenção.

DH: Quais as suas maiores referências literárias?
DF: Um lindo livro que li anos atrás: Duvidas de um Casamento, me iluminou a alma e nunca me esqueci dele. Assim como Onze Minutos de Paulo Coelho e as séries dos Romances Harlequin. Dentre outros.

DH: Qual a mensagem você deixaria para os novos autores?
DF: Assim como vocês eu também estou apenas começando nesse mundo magnífico da Literatura, mas já tive algumas alegrias e posso garantir, é imensamente gratificante ver que algumas pessoas gostam e falam sobre nossas obras. Cada comentário positivo é um suspiro a mais para nós e um motivo de continuar nesse ramo ainda carente no Brasil, mas que trás tanta satisfação que só experimentando que se saberá. Não deixe de investir e lutar por essa causa. Ela é nobre e ilumina nossas vidas. E sejam bem vindos a esse sentimento único de ser autor de histórias que perpetuarão nossos nomes.
Abraços á todos! Dill Ferreira.

Bom foi isso, espero que tenham gostado dessa nova coluna do blog e se quiserem podem ler a resenha feita aqui no blog, prometo que não vou reclamar kkkkk.
Até a próxima.

3 comentários:

  1. Adorei! Conheci o blog agora, mas já gotei bastante :)

    Também pretendo escrever profissionalmente e adoro ler entrevistas com escritores :) A da Dill ficou show! Parabéns e sucesso a ela e ao blog!

    Visite http://estranhomundodaloh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei a entrevista!
    Fofa"
    Beijos
    Rízia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir